Miss In Focus 2017 - VOTE AO LADO, NA ENQUETE

Entre as vencedoras do GS, as que se deram bem e as que eram favoritas, desde que tenham se dado razoavelmente bem em seus concursos, está ...

terça-feira, 12 de março de 2013

Caráter, internet e mundo miss



Já se foi o tempo, nos anos 50 e 60, em que misses praticamente não podiam sair de casa desacompanhadas dos pais. Hoje, miss - e "meio mundo miss" - tem Internet, como seus orkuts, faces e twitters e, se essa teconologia trouxe muitos benefícios ao mundo em geral e, claro, também ao mundo miss, proporcionando uma interação melhor com misses e coordenadores, ela também, nesse mundinho, revela um lado ruim: o dos hackers, haters e trollers (muitos devidamentes escondidos atrás de perfis fakes).
A última vítima dos, como diria Cláudia Laitano (leia), "seres humanos que se mostram incapazes de interagir socialmente de forma construtiva" seria a Miss Rússia. Recém eleita, Elmira Abdrazákova teria encerrado sua conta na rede social russa VKontakte, dizendo: "o negativo supera todos os limites".
Limite: está aí uma boa palavra!
Uma coisa é criticar e colocar a opinião, outra é ofender e denegrir (ou tentar), fazendo isso diretamente, através de palavras de ódio, racistas (temos o caso de Leila também, logo após o MU) ou extremamente pejorativas, ou indiretamente, através de insinuações maldosas (porque alguns fazem isso "por debaixo dos panos").
Repetindo Cláudia: "quando a reação não é mediada pela reflexão ou pelo bom senso, é possível agir no mundo virtual com total falta de caráter". E isso também vale para o mundo miss!

Leia a materéia sobre Elmira aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário.