segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Miss Universo 2014



O MU 2014 finalmente passou (apesar de ter sido em 2015) e sobra, além de uma certa sensação de ressaca, uma ótima vencedora: uma das grandes favoritas (os acertos da soma final de listas foi de 4 do Top 5), Paulina Vega Dieppa, da Colômbia, levou pela 2ª vez a coroa para seu país. Tardiamente, até, pois segundo Alícia Machado e Osmel de Souza, o  país há muito merecia um 2º título. Além disso, outro fator positivo foi ver um Top 5 bastante renovado, fora a “carta marcada” EUA (esperar que ficassem 2 anos seguidos fora do Top 5 quando estão com problemas de audiências não era uma boa aposta). Quantos pensariam em Jamaica há alguns dias? Sim, ela que foi um dos destaques no PS e subiu como um foguete nas apostas nessa finaleira. E quem pensaria em Holanda? Certamente a grande zebra do concurso, a holandesa deixou para trás outras mais favoritas do Velho Continente, como Espanha, França e Sérvia, para citar algumas.
Outra surpresa? Venezuela classificar e seguir para o Top 10, apesar do excesso de peso, quando o próprio Trump já criticou algumas vezes as MUs 1996 e 2006 justo por terem tido problemas de peso durante o reinado. E Porto Rico? Definitivamente o país não vive seus melhores momentos na relação com a MUO. O país, que foi figurinha repetida nos tops 5 por vários anos, fez sua última finalista em 2009. Foi-se o peso da faixa?
Paulina recebe a primera coroa D.I.C – bastante criticada por seu design – feita em cristais, ametistas e topázios e avaliada em 300 mil dólares. Outros detalhes do concurso envolvem a não realização de votações no site para a entrada de uma 16ª concorrente. Houve a volta do tradicional Top 15 e as votações pop elegeram apenas o melhor traje típico, que ficou com a Miss Indonésia.
Uma última observação vai para o fato de que algumas misses entraram, muito mais, pela sua ótima performance no palco do que por beleza facial (é concurso de beleza, afinal?!). Jamaica, Itália e Argentina principalmente: ótimos corpos e passarelas, mas rostos que deixaram a desejar.  

 
25.01 (pós MU) - Na soma geral, Colômbia (favorita em 3 listas), EUA, Jamaica, México, Espanha e Ucrânia são as favoritas.
Favoritas do Misses in Focus
Fortes para a coroa: Colômbia e Espanha.
Fortes para um top 5, mas coroa eventual: Argentina, Guiana, França e Ucrânia.
Casos à parte: Brasil, EUA, Filipinas, Porto Rico e Venezuela - devido ao peso de suas faixas, não se pode dizer que não tem boas chances de levar a coroa.
Veja a lista completa aqui. 

23.01 - CASAS DE APOSTAS
no Nicer Odds, Colômbia, Índia, Filipinas, Espanha e EUA e Venezuela empatadas formam o Top 5. Espanha é nova entre as favoritas. Brasil está na 11ª posição. No Odds Checker, Colômbia, México, EUA, Venezuela e Índia formam o Top 5. A brasileira está em 7º.


Veja mais



16.01 - ENQUETES
Na Telemundo, vai dando PR (222,217 votos), seguida por Honduras (211,112) e Venezuela (103,822). Na votação no Missosology vai dando Guiana (39.600), seguida de Myanmar (33.448) e Filipinas (22.482).

14.01 - CASAS DE APOSTAS
Na soma geral das listas no Odds Checker, México (6 pontos), Colômbia e EUA (8), Índia e Venezuela (10) são as 5 favoritas à coroa. Brasil está atrás de 10, empatada em 16 pontos com outras 5.
Na checagem geral do Nicer Odds, EUA (4,5), Colômbia (6), França e Índia  (8) e Venezuela (10) são as 4 favoritas. Brasil fica atrás de 8, empatada com 5, com 15 pontos.


12.01 - Uma semana de MU se vai, com direito a muitas fotos e burburinhos, além, é claro, de diversas atividades, que esse ano incluíram o Desfile das Nações pelas ruas de Doral, sede o evento. Todas vistas, vem as surpresas (ou não): quem agradou de fato? Quem superou as expectativas? Quem decepcionou?
Aí estão as favoritas na soma das primeiras listas pós arrivals: Colômbia e Índia mantiveram o favoritismo e agora empatam na primeira colocação, seguidas pela Miss Venezuela, outra das favoritas que se manteve. USA vem logo atrás e, completando o Top 5, Costa Rica, a que mais subiu posições entre as cinco. Já a Miss Brasil decaiu e, desde eleita, pela primeira vez ficaria fora do Top 10 por essas avaliações.

02.01.15 - Os arrivals finalmente estão começando, assim, devagarzinho como pede essa época de virada do ano. As misses Albânia e Kosovo foram as 1ªs a viajar rumo aos EUA e já estão há duas semanas na terra do Tio Sam. Porém, antes de todas as chegadas, novas listas de favoritas foram divulgadas nos últimos dias: são as listas pre-arrivals, ou seja, uma última olhada nas misses antes que elas possam ser melhor vistas, sem tantos recursos de PS e outros.
Colômbia continua na liderança e, se não decepcionar nas chegadas, eleita, agradará bastante o público a nível global, depois das criticadas eleições de Olívia Culpo e Gabriela Isler, por motivos diversos. Poderá ser, novamente, uma Miss Universo para empolgar!
Seguem-se nas apostas: Índia, a sempre perigosa Venezuela (que entre dietas para emagrecer esteve a ponto de ser destronada por Osmel e até aqui não tinha empolgado muito como uma das apostas), Espanha e Brasil. 


30.11 - Novembro se encerra e falta cerca de um mês para os aguardados arrivals, quando as misses podem ser melhor vistas e avaliadas. Não houve, por ora, a divulgação de muitas listas, assim, apenas 2 foram somadas, sendo Colômbia, novamente, a que sai na frente na soma de pontos. Interessante notar que, dessa vez, ela não está em 1º em nenhuma das duas listas, mas em 2º lugar em ambas. Seguem-se Índia, África do Sul e Espanha na lista das preferências, com Brasil em 8º.

 

09.09 - Ainda sem local e data definidos, apesar da pista dada por Donald Trump em seu Twitter, falando que Miami estaria brigando forte para ser a sede, o MU, certamente, não vive seus melhores momentos e alimenta rumores de que o concurso não estaria gerando dividendos suficientes para agradar ao big boss, que estaria, inclusive, querendo vender sua parte no negócio (50% pertencem à NBC). Enquanto isso, Isler viaja e aparece muito, o que poderia ser uma tentativa de manter a imagem do MUO em alta, apesar dos rumores negativos. Estratégia? Sim, é uma possibilidade.
Mas, apesar das indefinições, as escolhas das candidatas continua e os tradicionais hot pics também. Na soma de listas recentes, Colômbia mantém a liderança, seguida por Costa Rica - a zebra até aqui - e África do Sul - esta última indefinida, já que não se sabe se Rolene irá ao MU ou MW. Completam o top 5, nessa ordem, Ucrânia e a sempre cotada Venezuela. 

 
09.07 - Sem data e sem local, meio "sem lenço e sem documento": assim vai o MU 2014. Pelo menos essa é a impressão dos fãs - se bem que Donald Trump "não dá ponto sem nó" - que esperavam avidamente que o anuncio da sede fosse feito durante o Miss USA 2014. Mas, mesmo sem saber desses detalhes, os fãs ao redor do mundo não se detém e mantém os olhos fixos nas vencedoras. Hoje, segundo dados postados na Wikipedia, há 47 misses eleitas, incluindo o debutante Quirguistão, que provavelmente não será confirmado no final. De olho nas já eleitas, aí está o primeiro round de favoritas em listas feitas ao redor do mundo de meados de junho até início de julho: Colômbia lidera, sendo a favorita à coroa em 2 listas. Seguem-se Ucrânia e África do Sul, ambas também cotadas nas listas para o Top5. EUA e Sérvia completam o Top 5.

6 comentários:

  1. Colômbia realmente uma mulher lindissima, junto com a Miss Venezuela são as melhores latinas, em seguida miss Equador e miss Costa Rica. África do Sul, Ucrânia, Russia e EUA são fortes candidatas para o prêmio Ruth Ocumarez desse ano, outras que sao pouco comentadas mas que podem pegar uma vaga nas semi finais são miss Noruega, miss Israel, miss Finlândia, miss El Salvador, miss Grécia, miss Japão e miss Gabão. Porto Rico é a candidata mais fake, um rosto nada natural e masculino e um corpo masculinizado também, e Mexico sem sal, o México vem caindo o nível ano após ano, Sérvia e Eslováquia são lindas, torço muito por ambas. e para finalizar a miss Filipinas, que inclusive é a pior em anos, não tem altura, não tem sex appeal, passarela fraca e oratória fraca, se for semifinalista será pelos votos dos fans. O miss Universo infelizmente se encontra em decadência mais uma vez, pois se tornou uma empresa que rende muito lucro ao Trump, acho um absurdo um país ter que pagar para sediar o miss Universo.

    ResponderExcluir
  2. Meu top 16 no momento é: República Eslovaca, Noruega, Finlândia, Russia, Sérvia, Grécia, Colômbia, Costa Rica, Venezuela, El Salvador, Israel, Gabão, África do Sul, Japão, Malásia e Equador.

    ResponderExcluir
  3. Sérvia é mto gata!Concorrendo como mulherão da Eslováquia e o padrão MU de África do Sul;e quem sabe,Miss AmazonasJapão

    ResponderExcluir
  4. Flor,

    Dá uma olhada no instagram @missologo e na campanha lá.
    Vamos que vamos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Esse aqui? http://www.enjoygram.com/missologo

      Excluir
  5. TOP 10
    ÁFRICA DO SUL
    AUSTRÁLIA
    BRASIL
    COLÔMBIA
    ESTADOS UNIDOS
    FILIPINAS
    PAÍSES BAIXOS(Holanda)
    PORTO RICO
    UCRÂNIA
    VENEZUELA

    ResponderExcluir

Poste aqui seu comentário.