Facebook

Follow the blog on Facebook:  https://www.facebook.com/MissesInFocus

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Quanto custa sediar o Miss Universo?

 

"Donald Trump, o magnata americano, comprou a franquia do Miss Universo, a mais importante competição do gênero, por US$ 10 milhões. Além dos direitos sobre o evento, ele também recebe cerca de 20% sobre os honorários da campeã, que durante seu reinado não costuma se levantar do trono por cifras com menos de 5 dígitos. Em 2000, o evento já havia rendido a Trump US$ 100 milhões.
Transmitido ao vivo para mais de 100 países, o Miss Universo é uma grande empresa que funciona em sistema de franquias: quem quiser participar paga US$ 80 mil e ganha o direito de mandar uma candidata ao concurso. Agora, sediar o evento é um pouco mais complicado. Os concorrentes passam por uma seleção, segundo os organizadores, muito criteriosa: além de ter boas atrações turísticas, é necessário um auditório capaz de comportar ao menos 4 mil pessoas, um teto que resista a 45 quilos de equipamentos de luz e som e um palco grande o suficiente para 80 pessoas. Considerando que 99% das nações do mundo se encaixam nessa descrição, o desempate acaba sendo simples: quem pagar mais leva. Para ser a sede de 2008, o Vietnã precisou desembolsar US$ 7 milhões.
Compensa? Parece que sim. Em 2005, a Tailândia torrou quase US$ 20 milhões para abrigar o espetáculo. Mais de 90% da grana veio dos cofres do governo, que pôde veicular durante o programa, em rede internacional, um documentário sobre o país. As cotas de patrocínio e os comerciais nos intervalos do evento geraram uma receita de US$ 200 milhões. Dez vezes mais que o investimento inicial."
Fonte: Super Interessante
http://super.abril.com.br/cultura/mundo-secreto-concursos-beleza-447607.shtml

Leia mais em Enquanto isso no Brasil... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste aqui seu comentário.